10 dicas para vender seu imóvel mais rápido


“Como vender meu imóvel rápido?”


Essa é a pergunta que todo mundo que precisa vender um apartamento ou uma casa com agilidade se faz.

E será que tem um segredo para isso?

Certamente não há uma “receita de bolo” para o setor imobiliário, mas existem estratégias que auxiliam no processo de como vender um imóvel urgente.

Por exemplo, pela nossa experiência no mercado sabemos que ter ótimas fotos e oferecer um bom preço ajudam muito no que é preciso para vender um imóvel.

Porém, só isso não basta!

“Então como vender meu imóvel rápido?”

Se você ainda está se perguntando isso, saiba que chegou a hora de ter sua resposta!

Trouxemos neste artigo dicas para vender apartamento ou casa com rapidez. Elas vão aumentar suas chances de fechar negócio!


1. Use fotos atrativas

Lembra daquele ditado que diz que a primeira impressão é a que fica?

Pois saiba que isso também vale na hora de vender um imóvel, então tenha certeza de usar ótimas fotos!

É importante passar uma boa impressão, então escolha imagens que destaquem os pontos positivos do imóvel e ângulos favoráveis aos cômodos.

Como fazer boas imagens?

• Limpeza do imóvel é fundamental;

• Organização também;

• A luz natural é sua amiga, então faça fotos em um dia de sol ou quando ele entrar no ambiente;

• Fotografe todos os cômodos, áreas externas, comuns e de lazer;

• Faça várias imagens, pois assim há opções de escolha;

• Peça ajuda profissional, porque um fotógrafo sabe o que deve ser mostrado e como fazê-lo. Algumas imobiliárias oferecem este serviço.


2. Ofereça um preço justo

O valor é um grande diferencial no processo de como vender apartamento rápido, ou mesmo uma casa. E o melhor jeito de descobrir quanto vale seu imóvel é através de uma avaliação, então contate um corretor para te ajudar.

Além de avaliar o imóvel, um profissional pode auxiliar na pesquisa de mercado. Assim, solicite valores de imóveis parecidos com o seu e discuta sobre seus diferenciais.

Por exemplo: seu imóvel está avaliado em R$ 300 mil, está mobiliado e tem 85m².

Se há outro imóvel com as mesmas características à venda por R$ 270 mil, mas sem móveis e ligeiramente menor, com 80m², você pode vender por R$ 270 mil e já sabe que estará à frente da concorrência.


3. Esteja aberto a negociações

Lembre-se que é o mercado que irá definir quanto vale seu imóvel. Afinal, se pedir um valor muito alto, dificilmente venderá.

Logo, o interessado certamente irá comparar seu apartamento ou sua casa aos da vizinhança e a outros semelhantes. Dessa forma, esteja aberto a conversas com o interessado e a negociação de valores.


4. Reformar ou não reformar?

No geral, as pessoas preferem adquirir um imóvel em bom estado, no qual reformas já foram feitas. Por isso, é mais fácil vender se o local estiver pronto para morar.

Porém, leve em consideração que uma obra pode influenciar o preço do imóvel e que o resultado nem sempre agrada a todos.

Dessa maneira, não reformar antes de vender também pode ser vantajoso!

Primeiro, reformar leva tempo. Assim, deixar os reparos nas mãos do comprador pode ser mais rápido.

Além disso, você pode oferecer um desconto no preço, aí o comprador faz a obra segundo as preferências dele.

MAS, sempre lembrando que mesmo sem reformar, é importante manter o ambiente apresentável, então, por exemplo, tapar buracos nas paredes ou pintar o imóvel já ajuda e não custa tanto.

Considere prós e contras de reformar ou não reformar. Independente do que escolher, o importante é ser honesto sobre as condições do imóvel.


5. Facilite as visitas

Seus horários e os dos interessados no imóvel nem sempre vão coincidir, então vale a pena contar com um parente ou amigo para te ajudar com as visitas.

Se você tem ajuda profissional, deixe as chaves na imobiliária. Além disso, disponibilize horários para visitas e sempre atenda os corretores.


6. Mantenha uma boa aparência

Um imóvel sujo e bagunçado passa uma impressão negativa, por isso mantenha o local limpo e organizado por dentro e por fora. Logo, se há áreas externas ou de lazer, tenha certeza que estão em ótimas condições, por exemplo, mantendo a grama cortada ou cuidando da limpeza de muros e portões.

Além disso, no dia da visita, abra as janelas para deixar a ventilação e a luz natural entrar.


7. Aposte no home staging

Você já ouviu falar em home staging?

É uma técnica para incentivar a compra baseada na experiência visual e na despersonalização.

Ou seja, você reorganiza o imóvel para criar uma boa ambientação e eliminar de tudo que é a sua cara. Por exemplo: fotos de família e bandeiras do time de futebol.

O home staging é ideal para imóveis ocupados. Se esse for o caso do seu, além de fazer uma boa limpeza e organização, despersonalize!

Assim, ao visitar, o interessado pode identificar-se com o local mais facilmente.


8. Esteja com a documentação em dia

Se resolveu vender, confira se está com a documentação pronta. Se não estiver, coloque!

Além disso, resolva pendências burocráticas ou financeiras.

Portanto, verifique, por exemplo:

• Situação do IPTU;

• Débitos junto ao condomiínio, se for o caso;

• Certidões de registro;

• Certidões de débitos municipais e federais;

• Penhoras judiciais;

• Disputas por herança.

Você precisa também da matrícula do imóvel para colocá-lo à venda.

A matrícula é uma espécie de "registro de vida", que traz informações para identificação jurídica e um registro histórico do imóvel, desde o loteamento à situação atual.

"E como vender meu imóvel rápido se ele é financiado?"

Se essa questão está te incomodando, fique tranquilo, pois o imóvel não precisa estar quitado para ser vendido.

Contudo, você vai precisar da documentação do financiamento, então deve organizá-la também!


9. Seja visto

Se ninguém souber que seu imóvel está à venda, ninguém irá comprá-lo. Por isso, seu anúncio deve ser visto, ser atrativo e estar bem divulgado.

Dessa maneira, tenha certeza de que ele esteja presente no portal da imobiliária. Afinal, 80% das pesquisas por um imóvel começam pela internet, onde é possível até fazer visitas virtuais.

E ao produzir os anúncios, aposte na clareza de informações. Assim, o texto deve estar bem estruturado e organizado. Você pode montar o texto junto com o corretor, pois ele já está habituado a este tipo de linguagem.

Além disso, utilize as boas fotos que fez!

Dica: conte com um corretor, tenha um bom relacionamento com ele, pois terá maior probabilidade dele trabalhar o imóvel para sua carteira de clientes.


10. Tenha ajuda profissional

Você viu que contar com um corretor ajuda no anúncio, na avaliação do imóvel, na pesquisa de mercado e na análise da concorrência.

E ainda há outras vantagens de ter auxílio profissional!

Por exemplo, o corretor pode ajudar com a burocracia da venda e indicar seu imóvel a clientes interessados.



Com essas dicas para vender apartamento rápido, ou uma casa, você vai fechar negócio em um piscar de olhos!

Porém, se questões sobre "como vender meu imóvel rápido?" ou "quero vender um imóvel, o que faço?" ainda estão te incomodando, você pode tirar dúvidas agora mesmo com um corretor!

Clique aqui e fale com o corretor Lucas!

E saiba ainda que você pode contar com a tecnologia na hora de negociar seu imóvel, então conheça de forma totalmente gratuita nossos serviços de fotos 360º e visita virtual!