Jovem pode comprar imóvel?


Sair da casa dos pais é um dos grandes marcos da vida adulta, não é verdade?

Se você já deu ou está prestes a dar esse passo rumo à independência, certamente pensou em alugar ou comprar um imóvel... Ou será que a possibilidade de investir na casa própria sequer passou pela sua cabeça?

Se esse for o caso, está na hora de começar a pensar no assunto. Afinal, quem é jovem pode comprar imóvel!

Na verdade, qualquer pessoa maior de idade pode ter acesso ao financiamento imobiliário desde que atenda alguns requisitos mínimos, que não são nenhum bicho de sete cabeças!

Não acredita?

Então este artigo é para você! Ele foi especialmente preparado pela nossa equipe para orientar quem é jovem sobre o processo de compra.

Além disso, preparamos um passo a passo para você se organizar para adquirir o primeiro imóvel. Que tal conferir agora?

Aproveite!


Jovem pode comprar imóvel com crédito imobiliário sim!

Você até que gostaria de ter um canto só seu, mas o que economizou não é suficiente. Isso é um problema?

Não, não é!

Na verdade, é uma situação bastante comum, afinal muita gente não consegue comprar um imóvel à vista. Por isso há opções, como o financiamento.

Como a gente explicou, qualquer pessoa com mais de 18 anos pode usar esse recurso, desde que atenda a duas regras básicas:

1. O valor da entrada deve corresponder a, pelo menos, 20% do valor do imóvel;

2. As parcelas não devem comprometer mais de 30% da renda familiar.

Dessa maneira, se um imóvel custa R$ 100mil, você deve dar R$ 20mil de entrada.

E o melhor é que ainda existem bancos que oferecem condições especiais, como o Santander, que financia até 90% do preço do imóvel. Ou seja, com R$ 10mil de entrada seria possível contratar um crédito imobiliário!

Pode acreditar, é verdade!


Comprovar renda não é muito difícil?

Se você é trabalhador assalariado e registrado, para comprovar renda bastam alguns documentos, tais como:

• Carteira de trabalho;

• Declaração do Imposto de Renda;

• Holerites (contracheques).

Contudo, se você está no início da sua carreira e acha que seu salário ainda não é suficiente para investir na casa própria, considere que determinar o limite de crédito e o valor da prestação depende da renda familiar.

Dessa forma, a renda pode levar em consideração outras pessoas que irão viver no imóvel!


Quais as vantagens de comprar imóvel quando jovem?

Você viu que o jovem pode comprar imóvel, então chegou a hora de conhecer as vantagens de fechar esse negócio cedo na vida. Acredite: são muitas!

Antes de tudo, você faz um investimento em algo seu. Pense que vai colocar seu salário suado em um bem próprio em vez de gastar o dinheiro em um aluguel que vai acabar no bolso de outra pessoa.

Além disso, ter sua própria casa significa mais liberdade, privacidade e segurança quando comparado à locação.

E um imóvel ainda é capaz de valorizar. Assim, no futuro você pode vender por um preço superior ao que comprou ou mesmo alugar.

Dessa forma, investir hoje na casa própria pode significar retorno financeiro ou uma renda extra a longo prazo! Você transforma seu amanhã garantindo estabilidade!

Quer mais vantagem?

O programa habitacional, que facilitam a compra do primeiro imóvel, como o Minha Casa Minha Vida, oferece condições atrativas de financiamento para quem tem renda bruta familiar a partir de R$ 1.800 até R$ 7 mil/mês.


Passo a passo: como se organizar para comprar o primeiro imóvel?

1. Faça as contas

Saber o quanto pode gastar para não se endividar depois é essencial!

Dessa maneira, consulte sua poupança e seu FGTS, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Assim você vai saber quanto tem disponível para investir na entrada.

Leve em consideração também seu salário, gastos mensais e deixe uma reserva para emergências, a fim de ter noção do quanto pode separar para as parcelas.

Quer ajuda? Clique aqui para descobrir o valor de imóvel que pode financiar!

E se você fizer as contas e descobrir que ainda não tem o suficiente para a compra, a saída para investir no seu futuro pode ser poupar!

Portanto, elimine o supérfluo e gaste seu dinheiro no que realmente importa!


2. Peça ajuda a quem entende do assunto

O processo de compra tem diversas etapas, e realizá-lo sem dores de cabeça exige noções de legislação imobiliária, economia, engenharia, etc.

Por isso, a melhor pessoa para te ajudar é o corretor de imóveis. Afinal, ele é o profissional da área e tem conhecimento de todas as fases da negociação.

Além disso, o corretor pode facilitar e humanizar a compra. Você sabe o que quer e ele sabe onde encontrar!


3. Escolha o local para viver

Onde morar?

Para responder a tal pergunta, pense em sua rotina, estilo de vida, preferências e nos deslocamentos no trânsito. Analisando esses aspectos fica mais fácil encontrar opções de bairros para morar.

Ao avaliar cada local, não se esqueça de ficar atento à variedade de serviços e comércios, à infraestrutura urbana e à vizinhança.

Uma vez definido o bairro, passe à escolha do imóvel. Se é jovem e solteiro, não precisa de um apartamento com três quartos e duas vagas na garagem, então comece entendendo suas necessidades.

Também é importante fazer visitas à propriedade em diferentes dias e horários. Nesses ocasiões, observe aspectos como:

• Iluminação e ventilação naturais;

• Condições estruturais;

• Rede elétrica;

• Rede hidráulica.

Além disso, aproveite as visitas para conversar com a vizinhança, tirar dúvidas e informar-se sobre regras e taxas do condomínio.


4. Encontre a instituição financeira certa para você

Você sabe quanto pode gastar, o que quer e onde quer. Então, basta comprar?

Não!

Antes de fechar negócio você necessita de crédito. Portanto, é preciso conhecer as taxas de juros e entender o que é melhor para você.

Por exemplo, se o financiamento será longo, com parcelas baixas, ou mais breve, com mensalidades que pensam mais no bolso.

Uma simulação de financiamento online é útil nessa etapa. Depois é só escolher a instituição financeira, separar a documentação e esperar a aprovação do crédito.

Então, enfim, você que é jovem pode comprar seu imóvel!


E aí, gostou das nossas dicas?

Separamos aqui o que é mais importante para o jovem poder comprar um imóvel. E sabendo de tudo isso, que tal começar a busca por uma propriedade agora mesmo?

Veja aqui nossa seleção de imóveis que cabem no bolso de qualquer consumidor! São apartamentos de 1 e 2 dormitórios com o menor preço e a melhor localização de Porto Alegre!

Está esperando o quê? Compre seu imóvel e invista desde cedo no seu futuro!