Tudo o que você precisa saber antes de comprar um imóvel

Para que tudo dê certo na hora de realizar o sonho da casa própria é preciso planejar a compra, estudar as opções de pagamento e cuidar de toda a burocracia envolvida.

É muita coisa para lidar, não é?

Por isso preparamos este artigo sobre o que saber antes de comprar um apartamento! Ele vai te ajudar a descobrir exatamente o que verificar antes de comprar um imóvel.

Então se você busca o primeiro apartamento ou se quer mudar para outro, continue lendo!


Afinal, o que saber antes de comprar um apartamento?


É hora de aprender sobre planejamento da compra, financiamento e documentação!

Nossas dicas são simples, mas coletar todas as informações pode ser difícil se você não conhece nada sobre o mercado imobiliário de Porto Alegre.

Dessa maneira, fale com um corretor, porque ele vai te orientar em todos os processos.

Dito isso, vamos às dicas!


1. Prazo

O momento da mudança vai afetar diretamente suas opções de compra e de pagamento.

Afinal, se precisa mudar com urgência, não adianta comprar um apartamento na planta que irá demorar para ficar pronto.

Por outro lado, se não há pressa, você pode poupar mais para oferecer uma entrada maior ou até mesmo comprar à vista.

Por isso, leve em consideração seus planos futuros e o prazo que tem para a mudança.


2. Orçamento

Uma das primeiras coisas a saber antes de comprar um apartamento é o orçamento que tem disponível.

Então estude suas garantias de renda e faça as contas!

Além disso, lembre-se que pode usar o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) na compra.

Clique aqui para aprender a utilizá-lo!


3. Opções de pagamento

A menos que você possa comprar o imóvel à vista, uma boa opção é o financiamento. Afinal, essa é a escolha da maioria das pessoas que compra o primeiro imóvel.

Contudo, se você já tem um apartamento e busca outro, pode optar por refinanciamento ou dação.


Financiamento imobiliário

O valor mínimo para financiar um imóvel depende de variáveis como preço do lugar e quantia disponível para entrada.

Mas na hora de financiar, a regra é que:

• A entrada corresponda a pelo menos 20% do preço do imóvel;

• As parcelas comprometam até 30% da renda da família.

Além disso, as condições para o financiamento variam de banco para banco.


Refinanciamento imobiliário

O refinanciamento é um empréstimo com garantia de imóvel. Ou seja, um empréstimo no qual sua propriedade atual serve como garantia de pagamento.

Você pode aprender aqui a como refinanciar seu imóvel!


Dação

Nessa transação, o imóvel do qual é proprietário serve como entrada para a compra do novo.

Neste link tem mais informações sobre dação em pagamento. Além disso, aqui você confere uma lista de imóveis de Porto Alegre que aceitam dação!


4. Custos envolvidos

Entre o que saber antes de comprar um apartamento estão também as despesas envolvidas, que vão além do valor do imóvel.

Por exemplo, há taxas de compra e venda sobre o(a)

• Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI);

• Registro do imóvel;

• Escritura pública, cobrada em compras à vista.

Esses custos variam, mas, em média, giram em torno de 4% do valor da propriedade.


5. Taxas de financiamento

A forma mais simples de encontrar o melhor financiamento bancário é fazendo simulações, mas entender um pouco de economia também ajuda.

Por exemplo, a Selic, a taxa básica de juros, atingiu neste ano o menor índice da história.

Isso diminui o custo de captação dos bancos, que tendem a repassar essa queda aos clientes.

Logo, com os juros em queda, as taxas de financiamento imobiliário tornam-se superatrativas.

Quer ver? Confira neste artigo as melhores taxas do mercado!


6. Documentação

Por último, mas não menos importante, entre o que verificar antes de comprar um imóvel estão os documentos necessários.

Então, se você está pronto para adquirir um apartamento, pode começar a separar a documentação!


Processo de compra

• Cópia do RG;

• Cópia do CPF;

• Comprovante de residência;

• Certidão de nascimento ou comprovante de estado civil;

• Carteira de Trabalho e extrato do FGTS, caso investido na compra.

• Para quem é casado, o cônjuge deve apresentar os mesmos documentos citados acima, observando o regime estabelecido na Certidão de Casamento: comunhão de bens ou separação (com pacto);

• Para quem tem uma união estável, é preciso apresentar a cópia da escritura pública do pacto antenupcial, caso o casamento tenha ocorrido em data posterior a dezembro de 1977;

• Para compradores divorciados, é preciso a apresentação de uma certidão de casamento com averbação ou termo de audiência;

• Para estrangeiros que não residem no país, é preciso de uma cópia do CPF e passaporte, uma procuração pública para pessoa física no Brasil, além de um RG e comprovante de residência deste procurador.

• Já para para autônomos ou microempresários, é possível comprovar renda por meio da declaração do Imposto de Renda, das últimas movimentações bancárias e de um prolabore da empresa.


Financiamento

• RG ou outro documento de identidade com foto;

• CPF;

• Certidão de nascimento ou de casamento;

• Comprovante de renda;

• Carteira de trabalho;

• Três últimos contracheques, caso trabalhe com carteira assinada;

• Comprovante de situação fiscal, que deve estar em ordem.

• Para quem é casado ou tem união estável, o(a) parceiro(a) deve apresentar também a documentação listada acima.

Esses são os documentos geralmente solicitados, mas a documentação exigida para a análise de crédito varia de acordo com a instituição financeira.

Dessa forma, você deve verificar junto ao seu banco os documentos necessários.

Se a compra será realizada por pessoa jurídica ou se você quiser conhecer os documentos essenciais tanto à compra quanto à venda, pode conferir a lista completa neste outro artigo.


E agora, como escolher o lugar para viver?

Você já descobriu o que saber antes de comprar um apartamento, então agora resta encontrar o lugar para morar!

A gente já falou aqui no site sobre como escolher o local certo para viver, como a visita virtual facilita a busca e até sobre os critérios que devem ser analisados na hora da visita presencial.

Se você leu os textos e seguiu nossos conselhos, provavelmente já encontrou o bairro e o imóvel perfeitos!


Porém, se ainda não leu nossos artigos, não tem problema! Vamos lembrar as principais dicas que eles trazem:

• Leve sua rotina em consideração ao escolher o lugar para viver;

• Considere também seu estilo de vida e suas preferências;

• Avalie os deslocamentos no trânsito;

• Prefira locais com variedade de serviços e comércios;

• Informe-se sobre a infrestrutura urbana do bairro;

• Prefira imóveis com iluminação e ventilação naturais;

• Verifique as condições estruturais, redes elétrica e hidráulica;

• Conheça as regras e as taxas do condomínio;

• Conheça a vizinhança, tanto do condomínio quanto do bairro;

• Converse com as pessoas e tire dúvidas;

• Faça visitas em diferentes dias e horários.


Esse é um breve resumo, portanto você deve ler os artigos completos para aprender mais sobre escolha da localização e os processos de visita.

Depois disso, aí sim será hora de encontrar seu futuro imóvel.


Quer começar a procura pelo apartamento dos seus sonhos agora mesmo e ainda encontrar as melhores taxas de financiamento?


Então faça gratuitamente uma Busca Personalizada de Imóveis e acesse nosso Simulador de Financiamento!

Assim você encontra o imóvel certo e ainda descobre as melhores condições de financiamento do mercado!